.>
Depoimentos
Melissa Baba, 21 de novembro de 2016

“No meu caso, que sou aluna de Dança, passar no vestibular significava ter de me sair bem tanto nas provas da primeira e da segunda fase como na avaliação prática. Então, tive de me preparar para ambas. 
Para a teórica, mantive minha rotina habitual de estudo. Como o meu colégio, o Ítaca, é forte em conteúdo, eu sempre fiz todos os trabalhos, nunca faltava nas oficinas de redação, que eram frequentes, prestava muita atenção nas aulas, fazia as anotações do que considerava mais relevante e relia as minhas anotações em casa. Isso na primeira fase. 
Para a segunda fase, eu sabia que precisava estudar mais e me concentrei em assistir a videoaulas e fazer alguns simulados. Isso principalmente para as disciplinas de Exatas, que eu tenho muita dificuldade de estudar sozinha, preciso sempre de alguém me explicando. 
Vencida essa etapa, veio a prova de habilidades. Foi tenso também, apesar de sempre ter feito aulas de dança. Você sente um nervoso que transparece no seu corpo até o primeiro passo. Depois que começa, você se acalma e a coisa flui. Daí foi só esperar a lista de convocados.”

Depoimento a Ocimara Balmant, para o jornal O Estado de S.P., em 18/11/2016

Carolina Leme - Calú, 23 de dezembro de 2014

Olá a todos. Que agradável surpresa esse site.

Me formei em Direito no Mackenzie e desde sempre atuo como advogada criminalista. Quanto à parte acadêmica, fiz duas pós graduações (Coimbra - IBCCrim e FGV) e esse ano fui aprovada no mestrado da USP.

Morro de saudades do colégio, da minha turma (formados em 2003), dos professores, de colher amoras no pé, de pintar a quadra, das festas juninas, de tudo.

Ricardo, João Homero, Sônia, Lúcia, Adriana, Gil, Sô Ashcar, Bebete, Marta, Mariângela, Mercedes, Célia, Sandra, Yara, Flávio e aos demais professores obrigada por tornarem essa extensa fase da vida muito mais agradável.

Beijos

Calú

Email: carolinasleme@hotmail.com
Telefone: 11994489451
Facebook: Carolina Leme
Rebeca Broncher - 3º EM 2013, 15 de outubro de 2014

Merc!!!!!! Não sei nem por onde começar.... 

Hoje me bateu uma saudade inexplicável do Ítaca, uma saudade imensa de fazer reforço às terças e de ter aula com esses professores maravilhosos, que me deram uma formação incrível.... Tem matérias na faculdade que o pessoal fica desesperado e eu já tive em Filosofia, Sociologia, Português e várias outras....

Estou, como você sabe, fazendo Cinema na FAAP, e já no segundo semestre consegui um estágio em umas das maiores produtoras de filmes publicitários de São Paulo! Poucas pessoas da minha sala também fazem, e sinto que tenho ganhado uma grande formação com esse trabalho. Eu mudei para SP para conseguir dar conta... Saio de casa às 8h da manhã e volto às 23:30h, mas estou gostando bastante.   

Sinto que muito dessas oportunidades que tenho ganhado são porque as pessoas elogiam minha formação, minha capacidade de falar e articular, e sinto que muito disso foi o Ítaca que me deu.

Enfim Merc... Estou escrevendo para dizer que estou morrendo de saudades (ainda não fui ao Ítaca por que minha vida está muito corrida), e agradecer por tudo!

Já faz quase um ano que nos formamos (pasma).

BEIJOS MIL!!!!! SAUDADES!

Betina Burd, 26 de junho de 2014

Oi, Merc, tudo bem? Que saudades!
Aqui é a Betina e te escrevo do outro lado do mundo; meus sonhos estão se realizando aqui na Nova Zelândia.

E te escrevo este e-mail para comemorar o fato de que meu relatório em Biologia (em inglês!) foi o melhor da sala, até melhor que os dos kiwis (como são chamados aqueles que moram aqui)! Meu relatório, além de estar excelente em conteúdo, estava formatado no estilo monografia. A professora ficou pasma com a minha formalidade e a maneira com que meu relatório estava organizado, bem elaborado e formatado, tudo muito parecido com a mono. Então meu relatório (de 30 páginas) estava em um nível profissional e todos os alunos quiseram dar uma olhada nele para aprender um pouco. Por isso, muito obrigada por ter me guiado na direção certa para surpreender os kiwis, que também estão adorando meus textos. 

Enfim, muito obrigada por tudo! Posso sentir os três anos de Ítaca me acompanhando até mesmo no outro lado do mundo! A professora me colocou no topo da lista das Estrelas da Biologia! 
Beijos!
Saudades!
P.S.: Você poderia falar para a Lúcia sobre esse meu sucesso em Biologia? Agora, estou até pensando em fazer Bio quando voltar!

Roseli, mãe do Yan Novak, do 3º ano, 16 de junho de 2014

Olá a todos!

Parabéns pela festa junina!

Adoramos a festa! Estava muito bonita, as crianças se divertiram muito e as danças estavam ótimas! Lindo ver todas as idades dançando. E o “Vai quem qué” foi o toque final!

Gostei muito de ajudar na arrumação e espero repetir a ajuda em outras edições. Aliás, espero que a festa seja sempre aberta aos pais e familiares, porque é a festa mais especial da cultura brasileira, mais comunitária e calorosa. Sei que deu muuuuito trabalho, mas valeu a pena!

Obrigada,

 

Juliana Cunha (formada em 2013), 16 de abril de 2014

Merc

Muitas saudades de você e dos outros professores!

Vim aqui pra te contar uma novidade incrível: vou começar um trabalho voluntário. 

O coordenador do curso de Jornalismo mandou um email para a minha sala informando que recebera um email de uma representante da ONU em Washington. No email, ela falava sobre um projeto da vinda de 10 jornalistas do mundo todo para São Paulo, onde os mesmos vão verificar o cumprimento das metas do milênio da ONU. Estavam interessados na participação de alunos de Jornalismo da Cásper no projeto. Para participar, tínhamos que mandar um email para ela, em inglês, contando o porquê do nosso interesse. Mandei meu email e fui selecionada! 

Começo na segunda, quando vou acompanhar a equipe em uma visita ao Hospital das Clínicas e a um posto médico do Jd. Boa Vista, para que os jornalistas entrevistem médicos, enfermeiros e pacientes. Ficarei, junto de outros 7 alunos, responsável pela tradução.

Estou muito animada com a oportunidade e tinha que compartilhar com você! 

A cada dia me sinto muito privilegiada por ter estudado no Ítaca e ter tido contato com tantos professores e autores incríveis que meus colegas desconhecem. 

Vocês sempre dizem que nossa sala faz falta, mas o Ítaca faz muita falta pra mim. Se eu seguisse as minhas vontades, estaria lá toda semana, mas não dá, porque eu tenho que focar nas novidades. Mas penso sempre no quão maravilhosa foi minha formação!

Merc, por favor, conte aos professores! E muito obrigada, como sempre!

Muitos muitos beijos!

Mateus Catunda, 20 de março de 2014

Que saudades! Estou pra mandar esse e-mail desde antes do meu intercâmbio,
porque queria falar algumas coisas.
Eu tenho que admitir que sinto saudades só em pensar que não estarei mais no
Ítaca neste ano!!
Eu estou vivenciando agora uma experiência incrível e estava pensando sobre
minha escolha de ter ido depois da escola para o intercâmbio...minha
conclusão foi que eu fiz uma escolha muitooooooooo boa, porque eu posso
escolher qualquer matéria por aqui e não tenho que me preocupar com o
"quando eu voltar para escola estarei atrasado". Fora tudo que estou fazendo
aqui, estou acompanhando atualidades, revendo matérias como história e
geografia (que eu amo) e lendo livros que eu sempre quis ler :). Fora tudo
isso, vejo que pude aproveitar o colegial sem interrupçōes e sem
"correrias". Evidentemente, isso significa que, em minha opinião, o colegial
do Ítaca é excelente!! E é justamente por isso que eu tô mandando esse
e-mail, para agradecer. Eu sei que eu era uma pessoa antes do Ítaca e agora
sou outra, totalmente mudada (para melhor), não estou desprezando as outras
escolas onde estudei, mas estou destacando a formação que o Ítaca me deu,
pois eu realmente sou muito grato por esse colégio. Vocês conseguem tratar
de assuntos sérios e profundos com leveza, sem deixar ser entediante. A
relação entre aluno e professor é maravilhosa, o que ajuda demais no
aprendizado! Fico muito feliz de poder debater diversos assuntos hoje em
dia, porque eu tenho muito repertório e capacidade de argumentação também,
duas coisas que eu vejo que o Ítaca me ajudou muito mesmo. Enfim, vendo o
como o Ítaca funciona, me dá vontade de abrir um colégio também, para tentar
fazer diferença na vida de pessoas e consequentemente no mundo!

Obs: Mateus se formou no Ítaca em 2013

Luiza Zelada, 18 de fevereiro de 2014

Olá professores!
Tudo arriba com vocês?
Queria compartilhar que entrei em Artes Visuais na UNESP, que fica aqui em SP, na Barra Funda. Vou estudar com a Débora, com a Marina Affarez e com o Lucas Milano! O campus tem o curso de Música, Artes Cênicas e Artes Visuais! Um bando de maluco legal!
Fiquei muito feliz porque tirei 100 na prova de habilidades específicas, e essa coisa de gabaritar algo é inacreditável... pra mim sempre foi... e aí, quando tive que desenhar minha mão gesticulando e depois desenhar o “vazio”, acabei conseguindo com a ajuda de algum gnomo da sorte hahaha.
Enfim, queria agradecer todos vocês, que se tornaram muito mais que professores pra mim e que me ensinaram coisas que vão muito além de regras, exceções, fórmulas e das malditas convenções...
Fico muito feliz em poder, com segurança, citar Sartre numa conversa com uma pessoa x na balada, de saber como o leite condensado foi inventado, de saber o que são micelas, de ficar olhando minha mão e de pensar que existem retículos endoplasmáticos nela, de saber por que a pele incha quando algo de estranho acontece nela, de saber que Hobsbawn nasceu no Egito, de ter ido a uma palestra do David Harvey e ter dado um desenho pra ele, tendo lido o que ele escreveu, de ter ido pra Zona Sul e ter aprendido muito mais do que eu esperava, de saber usar anáfora e catáfora, de saber realmente o conflito entre as Coreias, de ficar atenta pra ler e confiar na consistência de uma matéria x, de saber que a única raça que existe é a humana, de ter visto um ballet lindo, de ter aprendido a fazer resenhas críticas, de saber como funcionam aquelas paredes com caixas de ovos nelas, de aprender a não me ater aos detalhes apenas, de saber que a Tarsila do Amaral não participou da Semana de 22 e de ter aprendido que 5 minutos de silêncio antes de a aula começar fazem TODA diferença nos 50 minutos restantes!
Enfim, parece que fiz uma viagem (no Ítaca) e que agora que ela acabou, eu consigo ver que nela eu aprendi a tolerar, aceitar, superar e procurar mais. Aprendi a querer ser uma pessoa melhor em relação às outras e ao mundo em que vivemos.
Muito obrigada por tudo, amo vocês, meus eternos companheiros de viagem!
P S: não tenho o e-mail de todos vocês, mas o recado é pra todos!!

Suzana Bove da Costa Boucinhas, 26 de novembro de 2013

Sou da turma de formadores dessa escola maravilhosa!
Faço parte da segunda turma formada no Itaca (não me lembro o ano kkk)
Saimos do Gávea com a missão de fazer parte da criação do Itaca e digo com muito orgulho que conseguimos!
Fiz Desenho Industrial no Mackenzie, trabalho na NovaDutra e moro em Guararema!

Email: suzana.boucinhas@grupoccr.com.br
Telefone: 11996999165
Facebook: Suzana boucinhas

Marília Moschkovich, 10 de setembro de 2013
Me formei em Ciências Sociais na Unicamp e fiz mestrado em Educação na mesma universidade. Defendi em Fevereiro deste ano e agora em Julho voltei a Sampa. Tenho trabalhado como jornalista, professora de ensino médio (sociologia) e também com produção de livros didáticos da disciplina. Me casei e agora estou prestes a começar um doutorado. Vamo que vamo! ;)
Emiliano Castro de Oliveira, 15 de junho de 2013
Formando de 1998. Estudei geologia na USP, fiz mestrado e doutorado na área e hoje sou professor da Universidade Estadual do Rio de Janeiro, UERJ. Muitas saudades do Itaca!
Yolanda, 31 de dezembro de 2012
Oi, me chamo Yolanda, estudei no Ìtaca em 2011 no segundo ano com a profa Juliana e gostei muito. Tchau galera, bjs, yo. email:yolandamonaco@gmail.com
Meríssea Setim Prioiste, 13 de junho de 2011
Olá, amigos do Ítaca? Que saudades de todos! Acessei o "site" do colégio para atualizar meus dados e fiquei encantada com a página eletrônica! Parabéns pelo "site"! É provável que muitos já saibam por onde ando, eis que sou presença frequente na festa junina. Mas, como nos vemos apenas uma vez por ano, conto: Formei-me no Curso de Direito da PUC-SP em 2010 e agora atuo como advogada na área de Direito Empresarial no escritório RUBENS NAVES SANTOS JUNIOR e HESKET, situado no Conjunto Nacional (Av. Paulista 2073). Já fui aprovada no exame de Ordem, estou etudando para a prova de Mestrado da São Francisco, cursando pós graduação na FGV, auxiliando duas professoras na PUC... Enfim, mantenho muitas atividades, como sempre foi minha marca. Memórias do Colégio são constantes! Por exemplo, este ano mesmo andava pela Livraria Cultura aqui do Cj Nacional quando vi o livro "Os 100 melhores discos de MPB". E vejam só, o autor é André Domingues, um ex-professor de "aula de projeto". Fui aluna do André na aula de História da MPB, continuei trocando e-mails com ele após o curso e até acabei ganhando dele um CD de presente quando já estava na Faculdade. Outro causo: Como advogada atuei em favor de uma professora de Filosofia norte-americana que veio ao Brasil para lecionar na UNIFESP. E acreditem, ela conhece e admira muito Yara Frateschi, minha querida professora de Filosofia no Colégio Ítaca. As aulas da professora Yara muito me ajuduram no curso de Direito, especialmete no que se refere ao pensamento de Hobbes! Soube recentemente que Yara é referência em Hobbes no Brasil, sendo inclusive consultada na tradução dos livros do Filósofo. Isto só ressalta a qualidade do corpo docente do colégio. Aprendi a filosofia de Hobbes com quem mais dominava sua teoria! Por estas e por outras tantas situações tenho orgulho de ter feito parte deste colégio, ainda que por apenas 3 anos (entre jan/2002 e dez/2004). Sou muito grata a todos os colegas de turma e aos docentes e, em especial, à Professora Mercedes! Precisei muitas vezes conversar com a Merc sobre assuntos escolares e extracurriculares e sempre pude contar com seu apoio. Torço sempre pelo colégio! Gostaria de poder acompanhar a vida da escola mais de perto, mas infelizmente cada vez mais tenho que me contentar com as notícias que recebo dos ex-alunos Ágora, novos alunos Ítaca (como a Gabriela Mariano - aluna do 3º ano do Ensino Médio). Enfim, são coisas da vida adulta. Felizmente ainda posso visitá-los na festa junina! Beijos e Abraços a todos!