.>
28
novembro
2013
Exame do Enem: mais uma vez, o desempenho dos nossos alunos foi muito bom.
postado sob Ítaca

As pontuações de nossas turmas, nesses anos todos de Enem, têm colocado o Ítaca sempre em ótima posição. Mérito da cooperação e da confiança de alunos, professores, pais, funcionários, coordenação, direção.

Inegavelmente, a análise desses rankings – sempre feita com seriedade pela equipe da escola – tem contribuído para aperfeiçoamentos. Mas o que realmente consideramos importante é que a regularidade dessa performance revela a coerência, a solidez e a continuidade de um trabalho que nunca se voltou só pra esse resultado, indo bastante mais além, em larga e profunda abrangência.

Por tudo isso, nossos muitos agradecimentos e parabéns aos alunos!

Equipe do Ítaca

25
novembro
2013
O Congresso da UBES acontece esta semana em Minas
postado sob cidadania, Ítaca, política

De 28 de novembro a 1 de dezembro próximos, será realizado o CONUBES – Congresso da União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (UBES), em Contagem, Minas Gerais. O Congresso elegerá a nova diretoria para a próxima gestão, além de debater como a entidade se posicionará em relação aos últimos acontecimentos no país, quais suas posições em relação à política do governo, etc.  A UBES – União Brasileira dos Estudantes Secundaristas – criada em 1948, é uma instância de participação dos estudantes de Ensino Fundamental 2 e Ensino Médio, na vida política do país e destacou-se em momentos politicos decisivos, trazendo a voz dos estudantes como participantes das decisões da nação.


Como funciona?
O congresso da UBES é aberto ao público, mediante inscrição, mas apenas os representantes das escolas, seus delegados, têm a responsabilidade de ir ao Congresso, com direito a voto.  O Ítaca tem direito a 1 delegado: cada escola elege 1 delegado para cada 1.000 de seus alunos, e o Ítaca, assim, enviará ao CONUBES 1 delegado, representante de uma chapa (“Juntos!”), formada por representantes do EF2 e EM.

A eleição no colégio ocorreu em 30/10 e teve a presença de 62% de alunos do EF2 e de 93% de alunos EM. O representante do Ítaca será Rui  S. R., do 2º EM.

Com apenas sete dias desde o início das inscrições para o 40º Congresso Nacional da União Brasileira dos Estudantes Secundarista, o Conubes, a marca de estudantes inscritos já atingira o número de 3.823 delegados de todo país. Estes estudantes já estão com seu pré-credenciamento liberado, para participar com direito a voz e voto no fórum máximo de deliberação da entidade.

 

Referências:

http://www.ubes.org.br
http://www.une.org.br/2013/09/40º-congresso-da-ubes-tem-record-de-inscricoes/

Espalhafatos  (impresso)

22
novembro
2013
Temos o talento de criar um mundo de fantasia. E por isso mesmo  somos sortudos!

Com essa ideia na cabeça, desde 1990 o artista Theo Jansen dedica-se a criar novas formas de vida: os animais da praia. Eles não são feitos de proteína, como as outras formas de existência animal, e sim de outro material básico: tubos plásticos amarelos. Extraem a energia do vento, por isso não têm a necessidade de se alimentar como nós. Theo trabalhou no projeto de suas articulações de maneira que seus movimentos ficaram impressionantemente parecidos com os dos seres vivos. Passou a desenvolver mecanismos de reação nessas criaturas, de modo que evoluiram e quando a maré sobe, elas fogem das águas, tornando-se sobreviventes a tempestades e marés.

O desejo de Theo Jansen é poder liberar diversos animais desse tipo pelas praias.  Refazendo a Criação, ele espera tornar-se mais um criador da natureza, enfrentando seus percalços.

Afirma com humor: “Não é fácil ser Deus; há muitos desapontamentos pelo caminho. Mas, nas ocasiões onde tudo funciona, ser Deus é a melhor coisa do mundo”.

 

Referências:

http://www.strandbeest.com

http://theojansen.net

http://www.archdaily.com.br/br/01-147803/exposicao-theo-jansen-animais-que-se-alimentam-de-vento-theo-jansen-earthscape

 

Vídeos:

http://vimeo.com/53963103#

http://www.youtube.com/watch?v=SGx8UaPJOVc

http://www.ted.com/talks/theo_jansen_creates_new_creatures.html

12
novembro
2013
Pontes para os animais

Gerhard Klesen passou uma década fazendo campanha para a construção de uma ponte, feita somente para os animais, a ser erguida sobre uma estrada da cidade de Schermbeck, município da Alemanha localizado no distrito de Wesel, região administrativa de Düsseldorf. “Barreiras construídas pelo homem, como estradas e canais, restringem o movimento dos animais”, diz Klesen, engenheiro florestal alemão. 

Mas o fenômeno não ocorre somente nessa região. No mundo inteiro, na verdade, centenas de animais são mortos por atropelamento nas estradas. Além disso, grandes vias isolam grupos de animais e dificultam a migração, afetando a diversidade de espécies, limitando a diversidade genética.

Para prevenir acidentes ocorridos no passado, alguns países investem na construção de passagens para os animais , muito similares a uma passarela para travessia de pedestres, em avenidas das grandes cidades.

A primeira ponte para animais foi construída nos anos 50, na França e, desde então, países como Holanda, Suíça, Alemanha, Estados Unidos e Canadá têm investido na infraestrutura para erradicar tais ocorrências. As passarelas podem variar, sendo desde viadutos e pontes, até túneis e outras formas.

O país mais comprometido com a proteção dos animais silvestres nas estradas é a Holanda, com mais de 600 túneis. Chamados também por ambientalistas, como “ecodutos”, o mais longo é o Natuurbrug Zanderij Crailoo. Com 800 metros,  esse ecoduto estende-se sobre uma autoestrada, uma via férrea, um rio e um complexo esportivo.

No Brasil, há muito poucos estudos relacionados a mortes de animais silvestres nas estradas. Um deles foi realizado pela Universidade do Paraná. No monitoramento inicial apresentado ao Ibama, foi relacionado atropelamento de 1.400 animais de 88 espécies no período de um ano entre Campo Grande e Corumbá, num trecho de 410 km; e constatado o atropelamento de 57 espécimes no trecho de 284,2km entre Anastácio e Corumbá em dois meses de monitoramento.

A Alemanha está reafirmando sua imagem ecológica, investindo milhões de euros na construção de pontes para uso exclusivo dos animais. O humano que for pego cruzando essas pontes será obrigado a pagar uma multa de 35 euros.

Mais de cem pontes serão construídas na próxima década. As informações são do The Local (??).

Mas não é uma batalha fácil. “Pontes são muito caras”, diz Klesen. E os animais obviamente necessitam se adaptar à nova realidade: geralmente leva um ano para que comecem a atravessar uma ponte, mas o exemplo de um animal curioso ou corajoso que se aventura a atravessá-la leva os outros a fazerem o mesmo; houve uma, na Alemanha, que levou apenas 3 dias para que o primeiro animal se aventurasse a atravessá-la.

O sucesso da experiência pode ser confirmado por câmeras instaladas ao longo de algumas pontes, que capturaram uma variedade de criaturas, incluindo coelhos, raposas e morcegos, fazendo seu caminho.

 

Referências:

http://www.anda.jor.br/08/10/2013/alemanha-investe-pontes-feitas-animais 

http://www.anda.jor.br/09/11/2013/construiram-pontes-ecologicos-animais-argentina

http://arquiteturasustentavel.org/pontes-vivas-para-a-passagem-de-animais/

http://www.laparola.com.br/as-pontes-verdes-no-mundo

http://www.designtendencia.com.br/blog/natureza-jardim/pontes-naturais-para-animais/

 

12
novembro
2013
Mês da Consciência Negra

Imagem: Mestiço, de Cândido Portinari, 1934.

 

A data de 20 de novembro como Dia da Consciência Negra foi instituída pelo Movimento Negro do Brasil e já incorporada ao calendário oficial de várias cidades.  Esse dia é o aniversário de morte do líder Zumbi dos Palmares, uma das mais importantes figuras da luta pelos direitos dos negros no país.

Mais de 1000 municípios já decretarem feriado nesse dia, entretanto  ainda não é um evento nacional : a adesão a esse feriado, ou instituição de ponto facultativo, é uma decisão de cada estado ou município.

De todo modo, em alusão à data, durante todo o mês de novembro são realizadas centenas de atividades com o objetivo de ampliar as discussões sobre os temas raciais, visando à expansão dos direitos conquistados pela comunidade afro-brasileira nos últimos anos. Entidades da sociedade civil, principalmente o Movimento Negro, e  instituições públicas e privadas mobilizam-se, em todo o país, para discutir as violações aos direitos da população negra, o enfrentamento do racismo, mais oportunidades para ascensão socioeconômica dos afro-brasileiros, a prevenção da violência contra a juventude negra e a persistência da representação negativa da pessoa negra nos veículos de comunicação, entre outros temas.

A Cidade de São Paulo terá uma programação intensa, com destaque para o Museu da Língua Portuguesa 

 

Zumbi dos Palmares
Zumbi nasceu em 1655, em Palmares, atual estado do Alagoas. Descendente de guerreiros Imbangalas, de Angola, foi aprisionado por uma expedição portuguesa e entregue aos cuidados do Padre Antônio Melo, que o batizou de Francisco. Com o religioso, aprendeu a escrever em português e latim.

Aos 15 anos, fugiu em busca de suas origens, instalando-se no Quilombo dos Palmares, uma comunidade livre, formada por escravos fugitivos das fazendas. Tornou-se líder da comunidade aos 25 anos, destacando-se pela habilidade em planejamento, organização e estratégias militares. Sob seu comando, Palmares obteve diversas vitórias contra os soldados portugueses.

No ano de 1694, o quilombo foi atacado pelo bandeirante Domingos Jorge Velho. Após o combate, a sede da comunidade ficou totalmente destruída. Zumbi conseguiu escapar, mas seu esconderijo foi denunciado por um antigo companheiro.

Em 20 de novembro de 1695, ele foi capturado e morto, aos 40 anos de idade.

 

Referências

http://www.youtube.com/watch?v=HidHeT0qT9I

http://www.seppir.gov.br/novembro-mes-da-consciencia-negra

http://www.recife.pe.gov.br/fccr/negra.php

http://www.museuafrobrasil.org.br

http://www.palmares.gov.br

http://www.museulinguaportuguesa.org.br/noticias_interna.php?id_noticia=351

http://www.ipea.gov.br/igualdaderacial/index.php?option=com_content&view=article&id=704

http://www.arquidiocesebh.org.br/social/pastorais-sociais/agentes-de-pastoral-negrosas/

5
novembro
2013
Desenhos, filmes, animações, gravuras, esculturas e videoinstalações do artista sul-africano
postado sob arte, cultura, política

A  Pinacoteca do Estado de São Paulo expõe até 10 de novembro 38 desenhos, 35 filmes e animações, 184 gravuras, 31 esculturas e duas videoinstalações do artista sul africano William Kentridge.

Com curadoria de Lilian Tone, a exposição  “William Kentridge: Fortuna”  inclui séries inéditas do artista e mostra o processo criativo pouco convencional em seu estúdio, em Johannesburgo, África do Sul. Além de um exímio desenhista e pintor, Kentridge utiliza diversas mídias e dá vida a seu trabalho através de filmes e outras animações (com luzes e sombras), com um olhar abrangente, de quem testemunhou um momento histórico da África do Sul, o fim do Apartheid (regime que segregava e limitava a participação de negros na sociedade local), combinando política com poesia. 

William (nascido em 1955) trata, em mais de 3 décadas de trabalho, do totalitarismo, do colonialismo, das injustiças sociais em relação aos negros, nativos da África do Sul, trazendo sua experiência pessoal, testemunhal, mas imbuído também de aspectos etéreos, subjetivos, poéticos. Além dos filmes, usa também desenhos em carvão, esculturas, colagens, animações, performances, transformando eventos políticos em poderosas alegorias.  Fotografa, ainda, seus desenhos e anima pedaços de papel, gravando-os e movendo-os.

Kentridge já teve importantes exposições em museus como o San Francisco Museum of Modern Art (2009); Philadelphia Museum of Art (2008); Moderna Museet, Stockholm, (2007); e o Metropolitan Museum of Art, New York (2004); entre outros. Também participou de Prospect.1 New Orleans (2008); Bienal de Sydney, Austrália (1996, 2008); e Documenta de Kassel, Alemanha (1997, 2002). Ele vive e trabalha em Johannesburgo, Africa do Sul.

 

Assista ao pequeno filme (link abaixo) sobre a construção de uma animação e não deixe de ver a exposição!

http://www.youtube.com/watch?v=ja4Wk7g6sdE

 

Serviço:

Pinacoteca do Estado:
Praça da Luz, 2 - São Paulo, SP
Estação Luz do Metrô - Tel. 55 11 3324-1000

De terça a domingo, das 10h às 18h
às quintas, das 10h às 22h
Entrada R$ 3,00, grátis aos sábados e na quinta após as 18h

 

Referências:
http://www.pinacoteca.org.br/pinacoteca-pt/default.aspx?c=exposicoes&idexp=1198&mn=537&friendly=Exposicao-William-Kentridge-fortuna

http://catracalivre.com.br/sp/agenda/gratis/pinacoteca-recebe-exposicao-william-kentridge-fortuna/

http://www.moma.org/visit/calendar/exhibitions/964

http://www.pbs.org/art21/artists/william-kentridge

http://www.artnet.com/artists/william-kentridge/

4
novembro
2013
Sábado, 9/11, no Memorial da Resistência

O Memorial da Resistência de São Paulo, é uma iniciativa do Governo do Estado de São Paulo por meio de sua Secretaria da Cultura, dedicada à preservação de referências das memórias da resistência e da repressão políticas do Brasil republicano (1889 à atualidade). Parte do edifício que foi sede, durante o período de 1940 a 1983, do Departamento Estadual de Ordem Política e Social de São Paulo (DEOPS) – uma das polícias políticas mais truculentas do país, principalmente durante o regime militar, transformou -se em um museu público, sem fins lucrativos.

Os Sábados Resistentes, promovidos pelo Memorial da Resistência de São Paulo e pelo Núcleo de Preservação da Memória Política, são um espaço de discussão entre militantes das causas libertárias, de ontem e de hoje, pesquisadores, estudantes e todos os interessados no debate sobre as lutas contra a repressão, em especial à resistência ao regime civil-militar implantado com o golpe de Estado de 1964. 

Têm como objetivo maior o aprofundamento dos conceitos de Liberdade, Igualdade e Democracia, fundamentais ao Ser Humano.


No dia 9/11, Memorial da Resistência de São Paulo fará exibição de documentário sobre a Comissão da Verdade e terá Conversa Clínica Pública da Clínica do Testemunho do Instituto Projetos Terapêuticos


Veja a programação abaixo e acesse o site 
14h: Boas vindas – Karina Teixeira (Memorial da Resistência de São Paulo)
Coordenação –  Milton Bellintani (diretor do Núcleo de Preservação da Memória Política)

14h15 – 15h10: Exibição do documentário “Verdade 12.528”

15h15 – 16h15: Conversa Publica do Projeto Clínica do Testemunho do Instituto Projetos Terapêuticos:
- Maria Beatriz Vannuchi (Psicanalista e analista institucional, coordenadora do Núcleo de Atendimento de Famílias, integrante do Núcleo de Investigação e Pesquisa do Instituto Projetos Terapêuticos; terapeuta da Clínica do Testemunho).
- Maria Marta Azzolini (Psicanalista, membro do Departamento de Psicanálise do Instituto Sedes Sapientiae e professora no curso 'Clínica Psicanalítica, Conflito e Sintoma'; terapeuta da Clínica do Testemunho).
- Rodrigo Blum (Psicanalista, membro do Departamento de Psicanálise do Instituto Sedes Sapientiae, integrante do Grupo de Transmissão e Estudos de Psicanálise, professor convidado do Centro de Estudos Psicanalíticos; terapeuta da Clínica do Testemunho) .

16h15 – 17h30: Debate do público com os psicanalistas da Clínica do Testemunho e os diretores do documentário:
- Paula Sacchetta (Jornalista e diretora do documentário “Verdade 12.528”. Ganhadora do 34º Prêmio Vladimir Herzog de Anistia e Direitos Humanos na categoria revista, com reportagem sobre a Comissão da Verdade publicada na revista Caros Amigos em 2012).
- Peu Robbles (Economista, fotógrafo e diretor do documentário “Verdade 12.528”).

Veja também o site da Comissão Nacional da Verdade.

fechar