.>
31
agosto
2015
ENEM 2014
postado sob educação, Ítaca

A publicação, no início de agosto, dos resultados do ENEM-2014 mostra os alunos do Ítaca, novamente, com uma pontuação muito boa; confirmando a coerência e a solidez do nosso trabalho.

Agradecemos aos pais, aos professores e parabéns aos alunos – formandos de 2014.

Equipe do Ítaca

Acesso aos resultados: portal.inep.gov.br/web/enem/enem-por-escola

18
agosto
2015
MAIS UMA VIRADA SUSTENTÁVEL CHEGA A SÃO PAULO
foto divulgação
foto divulgação
foto divulgação
foto divulgação

A 5ª Virada Sustentável, que acontece em São Paulo de 26 a 30 de agosto, é mais do que um evento: é um movimento que se pretende de mobilização colaborativa para a sustentabilidade do Brasil, envolvendo articulação e participação direta de organizações da sociedade civil, órgãos públicos, coletivos de cultura, movimentos sociais, equipamentos culturais, empresas, escolas e universidades, entre outros, com o objetivo de apresentar para a população uma visão positiva e inspiradora sobre a sustentabilidade e seus diferentes temas.

A organização do evento afirma que preza o respeito à diversidade local e é partidária e independente de grupos políticos, religiosos ou interesses econômicos. Também estimula a participação coletiva, inclusive na criação de conteúdo e definição das ações/transversalidade.

Com feições de agito cultural, a Virada Sustentável reúne centenas de atrações, atividades e conteúdos ligados aos temas da sustentabilidade (biodiversidade, resíduos, água, cidadania, mobilidade urbana, mudanças climáticas, economia verde etc.), realizadas simultaneamente em parques e espaços públicos, equipamentos culturais, universidades e escolas, todas gratuitas e abertas ao público.

Tem cinema, exposições, shows, teatro, oficinas, piquenique, atividades culinárias, passeios, meditação e muito mais!

Confira a programação:
http://viradasustentavel.com/programacao/

11
agosto
2015
Uma experiência com quase todos os sentidos
postado sob cidadania, cultura

Não há nada para ver no Dialogue Museum, em Frankfurt, Alemanha: visitantes de Diálogo no escuro ( Dialogue in the Dark), descobrem o invisível.

Em 6 salas eles sentem o mundo pela perspectiva de quem não tem visão, guiados pela equipe de cegos do dark team. O ambiente ganha outra qualidade: confusos, contemplativos e impressionados, aqueles que têm visão aprendem a enxergar de outras maneiras.  Não há nada para ver, mas há muitas coisas para se ouvir, sentir, cheirar e sentir o gosto. Não se trata de uma simulação de cegueira e sim de uma aventura envolvendo quase todos os sentidos.
Com isso, o Dialogue Museum afasta a concepção negativa da deficiência visual, que é frequentemente associada a ignorância e falta de orientação.

No restaurante Taste of Darkness (Gosto da escuridão), visitantes precisam confiar apenas em suas narinas e línguas para distinguir qual é a delicia que está em seus pratos.  
Crianças, em geral, têm mais facilidade do que os adultos, sempre dispostas a descobrir coisas novas. As mais ordinárias situações tornam-se aventuras e, sem serem guiados por cegos, que caminham no escuro com a maior facilidade, os visitantes estariam completamente perdidos.No escuro, sua imaginação torna-se livre e tudo se converte em uma incrível experiência.

Nos workshops do museu, visitantes conversam com cegos e deficientes de maneira relaxada e podem falar sobre temas-tabu como cegueira, deficiências e discriminação social. 

De onde nasceu o projeto

A ideia de simular a cegueira partiu do alemão Andreas Heinecke, em 1989. Trabalhando como jornalista e escritor para uma empresa de radiodifusão na Alemanha, um dia, ele foi designado para organizar um treinamento para um jornalista de 28 anos que perdera a visão em um acidente de carro. Esse trabalho instigou-o a montar a exposição conceitual “Dialogue in the Dark” , que funciona como uma mudança de perspectiva entre pessoas com e sem deficiências. Esse projeto cresceu, teve muito sucesso e rodou por vários países na Europa, Asia e Américas. 
O Dialogue Museum abriu suas portas em Frankfurt, em novembro de 2005, sob a direção de sua co-fundadora, Klara Kletzka.
 
A exposição Diálogo no escuro chega agora a São Paulo e abre suas portas no dia 22 de agosto.
Vale a pena descobrir e explorar essa nova aventura!

Visitem:
Exposição Diálogo no Escuro - Unibes Cultural - R Oscar Freire, 2500, São Paulo, ao lado do Metrô Sumaré. 
De 2a a sábado, das 10 às 19.

Veja info no site e Facebook:

http://www.dialogonoescuro.com.br
https://www.facebook.com/dialogonoescuro

Referências:
http://dialogmuseum.de
http://www.dialogue-in-the-dark.com
http://g1.globo.com/bahia/noticia/2012/09/exposicao-no-escuro-proporciona-ao-publico-experiencia-de-nao-enxergar.html
http://dialogocampinas.blogspot.com.br

3
agosto
2015
Como lobos mudam rios

A ONG Sustainable Human  produziu uma série de mini-documentários para exemplificar a importância dos animais em seu respectivo ecossistema. Um dos vídeos mais brilhantes é o Como os Lobos Mudam os Rios
O curta narra a história do Parque Nacional em Yellowstone, nos EUA, onde já não existiam lobos há anos. Eles foram reintroduzidos em 1995, mudando muita coisa a partir de então.

Referência:
http://wp.clicrbs.com.br/mundoitapema/2015/01/09/mini-documentario-explica-como-os-lobos-mudam-os-rios/?topo=52,2,18,,220,77
http://www.institutoaqualung.com.br/Site/Conteudo/Artigo.aspx?C=jqorEPkJsDM%3D

fechar