.>
6
maio
2014
Chega de desperdício!
Vamos zerar a fome do mundo?

A campanha Pensar.Comer.Conservar da iniciativa Save Food, é uma parceria do PNUMA (Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente), da FAO (Food and Agriculture Organization) e da Messe Düsseldorf visando zerar a fome mundial, pela união de ações difundidas global, regional e nacionalmente.  Tal cruzada tem também o objetivo de catalisar mais setores da sociedade para se tornarem conscientes e iniciarem ações a partir da troca de ideias inspiradoras e estudos de caso.

Nesse sentido, o website da campanha é um portal de ideias, notícias e conteúdo, e serve de chamada para que todos passem a tomar uma atitude em relação a esse problema global.

Um estudo recente revelou que cerca de um terço de toda a comida produzida no mundo é perdida ou desperdiçada ao longo do ciclo de produção e consumo. Aproximadamente metade dessa quantidade é resultante de varejo ou de consumidores de regiões industrializadas que descartam alimentos que poderiam ser consumidos. A quantidade total de alimentos desperdiçados é de 300 milhões de toneladas, o suficiente para alimentar um número estimado em 900 milhões de pessoas famintas no mundo todo (FAO).

A “perda” de alimentos refere-se a alimentos rejeitados ou estragados, antes de alcançar o estágio final de seu ciclo. Normalmente acontece nos estágios de produção, colheita, processamento e distribuição da cadeia de abastecimento.
O “desperdício” de comida refere-se àqueles alimentos que completam todo o ciclo da cadeia de abastecimento, são considerados produtos de boa qualidade e adequados para o consumo, mas ainda assim não são consumidos porque são descartados, seja antes ou depois de estragados. 

Do que se trata a campanha contra o desperdício de alimentos?

O desperdício de alimentos é um problema global massivo com implicações negativas em aspectos humanitários, ambientais e financeiros.

Porém, com mudanças simples e fáceis dos nossos hábitos, nós podemos mudar esse paradigma.

Muitas campanhas regionais, por exemplo, vêm sendo lançadas recentemente, reforçando o desafio de se evitar o desperdício de alimentos em nível nacional e em setores-chave que incluem hoteis, restaurantes, supermercados e residências. Surpreendentemente, um terço de toda a comida não-consumida em países em desenvolvimento é desperdiçada em residências.

Por isso, atitudes simples por parte dos consumidores e comerciantes podem reduzir dramaticamente a quantidade atual de 1.3 bilhão de toneladas de comida perdida ou desperdiçada por ano e ajudar a formar um futuro sustentável.

Algumas pessoas pensam que a comida desperdiçada vai parar na terra de qualquer forma, virando adubo, o que seria um bom uso para ela. Mas acontece que nos lixões, não há condições para a compostagem - muito ao contrário — e quando essa comida despejada não encontra condições apropriadas, luz e ar, ela produz gás metano, o que contribui para o aquecimento global. 

Devido à falta de controle de quantidade ou à compra exagerada de alimentos frescos que acabam estragando, estima-se que despejamos um terço de toda a comida que a gente compra toda semana!

Veja as dez dicas para reduzir a sua pegada alimentar e a sua conta de supermercado!

1.Faça compras de maneira inteligente — planeje as refeições, faça listas de compras, evite fazer compras por impulso. 

2.Compre “frutas esquisitas” — em muitos casos, frutas e vegetais são jogados fora porque apresentam tamanho, formato e cor “inadequados”. Comprando essas frutas que, na verdade, muitas vezes estão em perfeitas condições para o consumo, você está utilizando comida que poderia ser perdida.

3.Entenda as datas de vencimento — nem sempre as datas indicadas para venda do produto não indicam a qualidade do mesmo. Em muitos casos, trata-se de sugestões do produtor para a qualidade máxima do produto (“melhor se consumido até”) O importante é o “consuma até”: consuma o produto até a data indicada ou verifique se você pode congelá-lo.

4.Zere a sua geladeira — coma alimentos que já estão na sua geladeira, antes de comprar mais ou preparar algo novo. Siga as recomendações para armazenamento, para manter a melhor qualidade desses alimentos. Alguns websites como o www.lovefoodhatewaste.com (em inglês), podem ajudar a elaborar receitas criativas para aproveitar comida que poderiam estragar em breve.

5.Use o seu congelador — alimentos congelados mantém-se seguros por muito mais tempo. Congele produtos frescos e sobras de refeições, se você sabe que não vai consumi-los antes de estragarem.

6.Peça porções menores — frequentemente, restaurantes oferecem meias-porções por preços menores.

7.Faça compostagem — você pode reduzir o impacto sobre o clima fazendo a compostagem de restos de comida. Compostagem também recicla nutrientes, que são aproveitados pela terra.

8.Tenha regras na sua cozinha — o primeiro produto que for aberto deverá ser consumido até o fim antes de abrir um novo. Tenha controle sobre a sua despensa. Cozinhe e coma primeiro o que você comprou primeiro. Armazene os enlatados mais novos no fundo das prateleiras; mantenha os mais velhos na frente para facilitar o acesso.

9.Aprecie as sobras das refeições — o bife de frango que sobrou do jantar de hoje pode ser aproveitado no sanduíche de amanhã. Seja criativo! No restaurante, leve as sobras para casa para poder comer mais tarde. Congele as sobras se você não quiser comer imediatamente. Poucos de nós levamos as sobras dos restaurantes para casa. Não tenha vergonha de pedir!

10.Faça doações — alimentos não-perecíveis e alimentos perecíveis que ainda apresentam boas condições de consumo podem ser doados para refeitórios locais, por exemplo. Programas locais e nacionais frequentemente vão até a sua casa para buscar o produto e até oferecem de graça recipientes reutilizáveis aos doadores.

 

ACESSE O SITE  para ter informações completas e participar desse movimento!

E saiba mais sobre o assunto:
http://www.un.org/es/zerohunger/#&panel1-1
https://www15.bb.com.br/site/fz/mapa/DocPrefeitos.htm
http://www.coladaweb.com/politica/programa-fome-zero
http://www.un-foodsecurity.org/node/1356
 

 

fechar