.>
6
abril
2015
Internet de graça nas ruas de São Paulo
postado sob cidadania, política
imagem: reprodução do site www.hypeness.com.br
os locais que disponibilizam wi-fi devem ser sinalizados.

A cidade de São Paulo já tem 119 praças/parques que possuem o sinal WiFi Livre e mais uma em instalação (na Praça Julio César de Campos, na zona sul), que oferecem internet sem fio e gratuita aos munícipes. A rede é aberta, não é necessário cadastro ou senha.

O Largo da Batata, na Zona Oeste, é um deles e  possui capacidade para 125 conexões simultâneas com navegação a 512 Kbps. Uma reportagem do portal R7 visitou alguns desses pontos, em junho de 2014, e constatou que o sinal da internet tem bom alcance e velocidades compatíveis com as prometidas pela Prefeitura. No Pátio do Colégio e na Praça Benedito Calixto, ambos no centro da cidade, a velocidade chega a 718,8 kbit/s efetivos – o suficiente para acessar redes sociais, aplicativos de localização e até mesmo assistir vídeos por streaming.

A Subprefeitura Pinheiros já conta com suas quatro praças com WiFi em pleno funcionamento, são elas: Praça do Pôr-dô-sol (Alto de Pinheiros), Praça Arlindo Rossi (Itaim Bibi), Praça Benedito Calixto (Jardim Paulista) e o Largo da Batata (Pinheiros).

 

Regiões da cidade beneficiadas
Com a proposta de levar internet livre e de qualidade para todas as regiões da capital, o projeto pretende instalar ao menos uma praça/parque com WiFi Livre em cada um dos 96 distritos paulistanos.
A região central tem 23 locais em funcionamento; a zona leste, que detém o maior número de praças e parques, tem 36; a zona norte, 18; a zona oeste tem 15 e a zona sul 27.
Acesse http://wifilivre.sp.gov.br/index.php?status=2 para conferir a lista completa das praças.

Velocidade e neutralidade de rede
A velocidade oferecida é de 512 Kbps por usuário, suficiente para assistir vídeos, acessar emails e redes sociais. Os usuários podem conferir a situação da rede pelo site http://wifilivre.sp.gov.br/index.php , é só clicar na praça desejada e visualizar o Sistema de Medição de Tráfego de Internet (Simet).

Qualquer pessoa pode acessar a rede com qualquer aparelho compatível com a tecnologia WiFi (celulares, tablets, notebooks) e que seja homologado pela Anatel.  Não há nenhuma restrição de conteúdo e todos os dados permanecerão protegidos.

Referências
http://wifilivre.sp.gov.br/index.php?status=1
http://noticias.r7.com/tecnologia-e-ciencia/saiba-como-aproveitar-os-pontos-de-wi-fi-gratis-em-sao-paulo-09062014

http://www1.folha.uol.com.br/tec/2014/06/1477730-prefeitura-de-sao-paulo-instala-wi-fi-publico-na-cidade-veja-testes-e-mapa.shtml
http://revistagalileu.globo.com/Revista/Common/0,,EMI340771-17770,00-POR+ENQUANTO+WIFI+LIVRE+EM+PRACA+E+INSTAVEL+E+TEM+ALCANCE+BAIXO.html

 

 

 

 

fechar