.>
2
agosto
2016
Uma obra de design: a tocha olímpica
postado sob cultura, design, esporte
foto divulgação
foto divulgação

 

A chama olímpica é um importante símbolo dos Jogos. Representa a paz, a união e a amizade. A tocha é usada para passar a chama de um condutor para o outro, durante um contínuo revezamento, até o acendimento da pira na cerimônia de abertura do evento.

Como é tradição, a tocha olímpica foi acesa na cidade de Olímpia, na Grécia, e trazida ao Brasil de avião, passando de tocha em tocha até ser utilizada para acender a pira olímpica na abertura dos jogos, seguindo-se um rígido protocolo. De Olímpia ao Maracanã, a chama passará por cerca de 12 mil tochas durante o revezamento, percorrendo aproximadamente 500 municípios.

O design da tocha para os Jogos Olímpicos Rio de Janeiro 2016 é muito sofisticado e complexo e foi concebido em apenas dois meses. A equipe dos designers Gustavo Chelles e Romy Hayashi, que foi responsável pelo projeto, imergiu na história olímpica e brasileira e desenvolveu 200 conceitos diferentes até chegar ao modelo apresentado, que venceu um concurso.

“Esse prazo era relativamente curto. O modelo da tocha tem de ser bem aceito por culturas diferentes”, comentou Chelles. “A tocha tem de representar muito bem os valores olímpicos, mas também ter a cara do Rio e do Brasil”, afirma Beth Lula, diretora de Marcas do Comitê Rio-2016.

 

O grande diferencial desse design de tocha está no momento do “beijo” – quando uma tocha encosta na outra para transmitir a chama olímpica durante o revezamento. Nesse instante, ela ganha cores e movimento.

“Quando acionamos o gás, ela se abre e revela cores que remetem ao País”, destaca Gustavo. “Começa com uma cor que remete ao solo do Brasil e ao calçadão de Copacabana, passa pelas ondas do mar do nosso litoral com o azul, vai se esverdeando como nossas matas, e termina com um amarelo que representa tanto o sol quanto o ouro olímpico.”

foto divulgação

Ela também é ecologicamente correta, feita com uma estrutura de alumínio reciclado. 

Algumas curiosidades
– A tocha pesa cerca de 1,5kg e tem 69cm.
– Ela será conduzida no total por 12 mil pessoas.
– Percorrerá 36 mil km (20 mil por terra e 16 mil de avião).
– A tocha é como um isqueiro gigante: tem um combustível líquido e um sistema que o transforma em gás para a queima.
 – O revezamento da tocha, com a participação de diversas pessoas, surgiu em Berlim, em 1936.
– A tocha navegou no espaço e passou debaixo d’água, em 2000. Nesse ano, os jogos foram disputados em Sydney (Austrália).
– A chama apaga sim. Ela pode apagar e isso acontece diversas vezes, mesmo sendo projetada para que não aconteça.
– Uma série de lanternas muito parecida com lampiões também são acesas com o mesmo fogo sagrado, numa espécie de backup do fogo original. Assim no caso de apagar, pode ser acesa com o mesmo fogo do ritual da Grécia.
– Ela é vigiada 24h por dia, inclusive enquanto ‘dorme’ em hotéis
– A primeira vez que um brasileiro carregou a tocha foi em 1992. Lara de Castro, uma estudante de educação física, então com 19 anos, venceu um concurso e teve a felicidade de levá-la.
– A última pessoa que leva a tocha e que consequentemente acende a pira é mantida em segredo e revelada apenas instantes antes, na abertura da Olimpíada.
– As pessoas que carregam as tochas podem comprá-las. Apenas os condutores tiveram a oportunidade de comprar a tocha olímpica dos Jogos do Rio de Janeiro 2016. Quem optou por adquiri-la, teve que desembolsar R$1.985,90. Quem foi convidado pelos patrocinadores ganhou o objeto, já que as empresas fizeram o pagamento antecipado da tocha.

Representações na tocha Rio 2016:
– O Céu - O ponto mais alto da Tocha Olímpica é representado pelo Sol, que, assim como o brasileiro, brilha e ilumina por onde passa. Sua cor remete ao ouro, símbolo da conquista máxima dos Jogos.
– As Montanhas - A beleza natural do Rio, expressa nas curvas verdes de seus morros e vales.
– O Mar - Ondulações azuis, orgânicas e fluidas representam o mar, tão presente nas paisagens do Brasil e do Rio.
– O Chão - Nossa terra, que faz parte da nossa história. Representada pelo calçadão de Copacabana, o pedacinho de chão mais famoso do Brasil.

 PILARES
– Espírito Olímpico - Presente na textura triangular que remete aos 3 valores Olímpicos (excelência, amizade e respeito) e no efeito de flutuação dos segmentos, inspirado nos corpos dos atletas voando no ar.
– Diversidade Harmônica - Um eixo multicomposto expressa união e diversidade, com partes individuais que formam um conjunto. Energia Contagiante - Os segmentos se abrem e liberam energia para o momento do beijo (quando a chama passa de uma tocha para outra).
– Natureza Exuberante - Recortes revelam as formas orgânicas da natureza do Rio e as cores do Brasil.

 referências
https://www.rio2016.com/tocha-sobre
http://design.ind.br/sn/
http://www.designbrasil.org.br/design-em-pauta/tocha-olimpica-de-2016-inova-ao-ganhar-cores-e-movimento/ http://www.designergh.com.br/2015/07/o-design-da-tocha-dos-jogos-olimpicos.html http://thehypebr.com/2015/07/08/projeto-da-tocha-olimpica-do-rio-de-janeiro-2016/ http://torrestem.com.br/especial-tocha-olimpica-4/

 

fechar