.>
Alguns conteúdos desta seção estão disponíveis apenas para quem estiver logado.
Caso tenha acesso, faça seu login aqui
postado sob 2020, arte
+6

“Jamais, em toda a vida, esquecerei a tua presença. Me acolheste destroçada e me devolveste inteira, íntegra”.
Frida Kahlo


Quando nos aprofundamos na obra da artista plástica Frida Kahlo e conhecemos a sua casa, descobrimos a forte relação entre uma e outra: seu universo criativo se encontra na Casa Azul, lugar em que nasceu e morreu. Mesmo tendo vivido em diversos outros lugares, tanto na Cidade do México como no exterior, depois de casar com Diego Rivera, Frida sempre regressava à sua casa, no bairro de Coyoacán.

Localizada em um dos bairros mais bonitos e antigos da Cidade do México, a Casa Azul foi transformada em Museu em 1958, quatro anos despois da morte da pintora. Hoje, a Casa Azul Museo Frida Kahlo é um dos museus mais concorridos da capital mexicana, e alí os objetos pessoais revelam o universo íntimo de Frida e onde se encontram algumas das obras importantes da artista: Viva la Vida (1954), Frida e a cesárea (1931), Retrato do meu pai Wilhem Kahlo (1952), entre outras. 

FRIDA KAHLO (MAGDALENA CARMEN FRIDA KAHLO CALDERÓN) nasceu em 6 de julho de 1907 na Cidade do México, e viveu na Casa Azul, que foi propriedade de seus pais desde 1904. Seu pai Wilhelm (Guillermo) Kahlo, era de ascendência húngaro-alemã e sua mãe, Matilde Calderón, era originária de Oaxaca, México. 

Frida foi a terceira de quatro filhas. Tinha a perna direita mais curta, seqüela da poliomielite que teve aos 6 anos de idade. Realizou seus estudos na Escuela Nacional Preparatoria, onde mostrou-se uma estudante inquieta e tenaz.

Aos 18 anos, em 17 de setembro de 1925, Frida sofreu um trágico acidente: o ônibus no qual viajava foi abalroado por um bonde. As consequências para ela foram graves: fratura de vários ossos e lesão da espinha dorsal, tudo isso agravado já pela sequela da poliomielite, que tivera aos 6 anos de idade e lhe deixou a perna direita mais curta. Devido à imobilidade à qual foi submetida por vários meses, Frida começou a pintar. Então, estabeleceu ligações com vários artistas, entre eles a fotógrafa Tina Modotti e o então já reconhecido artista Diego Rivera, com quem viria a se casar.

Esse período de criação intensa e contatos com artistas, introduziu assuntos importantes em sua pintura, como os temas indígenas e feministas. Sua obra é, hoje, muito valorizada e faz parte das mais prestigiosas coleções internacionais de arte.

Agora, a Casa Azul ganhou uma versão virtual interativa, e pode ser visitada online.
Faça uma  visita virtual, e saiba mais sobre esta importante artista latino-americana do século XX, no site do museu.

Referências:
https://www.museofridakahlo.org.mx/es/
https://siviaggia.it/notizie/frida-kahlo-tour-virtuale-casa-azul/285956/
https://www.yellowtrace.com.au/frida-kahlo-casa-azul-coyoacan-mexico/
https://correiobraziliense.lugarcerto.com.br/app/galeria-de-fotos/2015/03/24/interna_galeriadefotos,274/casa-azul-frida-kahlo.shtml
https://brasilescola.uol.com.br/biografia/frida-kahlo.htm

postado sob 2020, EF1, EF2, EM, Ítaca, Português

É a primeira vez que a UNESCO toma uma decisão dessas em relação a um idioma que não é uma de suas línguas oficiais

A Unesco ratificou o dia 5 de maio como Dia Mundial da Língua Portuguesa. A decisão foi tomada no dia 25/12/2019, na sede da Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO), em Paris, na reunião do seu conselho executivo.

Todos os países lusófonos se uniram para levar essa proposta à Organização, e receberam o apoio de países como Argentina, Chile, Geórgia, Luxemburgo ou Uruguai, levando a proposta a ser aprovada por unanimidade.

O primeiro-ministro português, Antônio Costa, presente na reunião, declarou: "É um passo muito importante para as 260 milhões de pessoas que têm o português com língua oficial e que é hoje a língua mais falada no hemisfério Sul".

Antônio Costa realçou que a língua portuguesa vai ter "um forte crescimento". Segundo ele, no final do século 500 milhões de pessoas vão falar o idioma.

Sobre o reconhecimento da Unesco do 5 de maio como dia oficial da língua portuguesa, o primeiro-ministro disse tratar-se de algo "muito importante porque é o reconhecimento desta dimensão global numa língua que é falada oficialmente em nove países, em quatro continentes e que é a quinta língua mais utilizada no espaço da internet".

Acesse a Frente Cultural de Apoio ao Dia Mundial da Língua Portuguesa:
https://bit.ly/2W6taC1

Veja os depoimentos, sobre a língua portuguesa, e contribua com o seu, no Flipgrid:
http://flipgrid.com/dmlp

E veja aqui o mapa dos depoimentos:
https://bit.ly/35v1wS0

Referências:
• http://museudalinguaportuguesa.org.br/dia-da-lingua-portuguesa-com-programacao-virtual/
• https://agenciabrasil.ebc.com.br/internacional/noticia/2019-11/unesco-estabelece-o-dia-mundial-da-lingua-portuguesa
• https://observador.pt/2019/10/17/unesco-aprova-dia-mundial-da-lingua-portuguesa/
• https://epocanegocios.globo.com/Mundo/noticia/2019/11/unesco-estabelece-o-dia-mundial-da-lingua-portuguesa.html

postado sob 2020, corpo, EF2, EM
CONTEÚDO PARCIALMENTE RESTRITO
FAÇA LOGIN

Camila Cohen, nossa professora de dança, gravou uma nova série de exercícios.
Uma ótima atividade para ativar e soltar o corpo!

(Conteúdo de acesso restrito, através de login)

fechar