.>
NOTÍCIAS
O QUÊ
assunto
QUANDO
2023
2022
2021
2020
2019
2018
2017
2016
2015
2014
2013
Alguns conteúdos desta seção estão disponíveis apenas para quem estiver logado.
Caso tenha acesso, faça seu login aqui
postado sob 2023, arte, cultura
+28

A poesia está no ar.  A exposição Marc Chagall: sonho de amor traz 191 obras do artista franco-russo de origem judaica que marcou o século XX pelo uso revolucionário das formas e das cores, criando um universo único em suas pinturas – fazendo delas verdadeiras obras poéticas. 

De origem humilde, Marc Chagall nasceu em 7 de julho de 1887, no bairro judaico da cidade de Vitebsk, na antiga Rússia, de onde fugiu após a Revolução de 1917.

Para ele, era impossível criar dentro dos dogmas impostos à arte pelo governo soviético — a temática social e do trabalho, uma paleta de cores restritas e uma estética mais próxima do cubismo.

Mudou-se inúmeras vezes, vivendo nos Estados Unidos, voltando à Russia, depois indo à Alemanha e à França, onde morreu, aos 97 anos, em 1985.

A mostra defende que a produção do artista está relacionada a sua visão amorosa da vida. A percepção de um apaixonado que tem dificuldade de firmar os pés no chão e cujas lentes, pelas quais vê o mundo, apresentam cores mais saturadas. “Chamam o Chagall de surrealista, mas eu não concordo com essa definição”, diz a curadora da mostra, Lola Durán Úcar, “Ele pintava o mundo como ele via.”

A exposição já passou por países como Itália, Coreia do Sul e China. A museóloga Cynthia Taboada, que assina a organização, visitou a mostra em Nápolis e lutou para trazê-la ao Brasil, por meio de edital do CCBB – Centro Cultural Banco do Brasil.

O diferencial dessa mostra, no Brasil, foi a inclusão de obras de Chagall de coleções brasileiras, como as dos acervos do Museu de Arte de São Paulo (Masp), do Museu de Arte Contemporânea da USP (MAC-USP) e da Casa Museu Ema Klabin.

Na passagem por São Paulo, Marc Chagall: sonho de amor oferece, também, ao público performances de dança, na obra Air Fountain, de Daniel Wurtzel, e a intervenção cênicomusical Bella e o violinista, entre outras novidades. Haverá, ainda, um ciclo de debates e uma palestra com a curadora Lola Durán Úcar.

Conheça as atividades paralelas AQUI

Centro Cultural Banco do Brasil:Rua Álvares Penteado, 112 – Centro Histórico. Qua./seg.: 9h/20h. Site: ccbb.com.br. Grátis. Até 22/5.

Referências:
https://ccbb.com.br/sao-paulo/programacao/marc-chagall-sonho-de-amor/

https://www.metropoles.com/sao-paulo/roteiro-sp/exposicoes-sp/mostra-de-chagall-no-ccbb-sp-apresenta-um-mundo-sem-gravidade

fechar